Cursos gratuitos para pessoas com deficiência estão com inscrições abertas

O Instituto de Responsabilidade Social de Maringá (Fundacim) vai oferecer gratuitamente cursos de capacitação para pessoas com deficiência que têm mais de 18 anos e que estão desempregadas. As inscrições estão abertas e vão até o dia 28 de fevereiro.
Estão programados os cursos de auxiliar administrativo, de auxiliar de produção, de zeladoria e de conservação, com o início das aulas previsto para a segunda semana de março. “Faremos a seleção conforme o perfil dos inscritos, que podem indicar o curso de preferência na hora da inscrição”, diz a voluntária do Fundacim, Miriam Raquel de Souza.
O objetivo é preencher 20 vagas em cada curso, mas dependendo da procura o número poderá ser ampliado. “Esse é um projeto-piloto que lançamos para ajudar a solucionar a dificuldade das empresas de contratar pessoas com deficiência, além de auxiliar essas pessoas a conquistar mais autonomia”, explica Miriam.
Cada curso terá duração de 40 horas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.fundacim.org.br ou na Rua Basílio Sautchuk, 388, das 8h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 3025-9676.

NOTÍCIAS

  • 19/02/2019 - 18:13:36
    De quinta a domingo, Maringá Liquida reúne mil lojistas
    Descontos em cerca de mil lojas movimentarão o comércio de Maringá a partir desta quinta-feira (dia 21). É que terá início a Maringá Liquida, reunindo lojas do comércio de rua e shoppings identificadas com cartazes e bandeirolas. Além de roupas, calçados, acessórios, móveis, eletrodomésticos, mais uma vez serão comercializados materiais de construção e acabamentos.
            Realizada pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) e Sindicado do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar), a campanha está na 33a edição e tem como tema ‘Radar da economia, ondas de desconto por toda a cidade’.
            A Maringá Liquida se encerrará no domingo, quando as lojas do comércio de rua e shoppings abrirão das 14 às 20 horas. No sábado, o comércio de rua também terá o horário ampliado para as 18 horas. A campanha tem o apoio do Sicoob.
  • 19/02/2019 - 11:33:26
    Sicredi União doa 1,1 mil litros de leite para Marev

    A Sicredi União PR/SP realizou a tradicional ação de arrecadação de leite durante a Convenção de Colaboradores no último sábado (16), no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. Os participantes do evento doaram 1,1 mil litros de leite que foram entregues ao Maringá Apoiando a Recuperação de Vidas (Marev), entidade que atende pessoas dependentes de substâncias psicoativas. 
            Para a assessora de programas sociais da Sicredi União PR/SP, Gisely Almeida, é gratificante ver os colaboradores se engajarem em prol de uma causa tão nobre. “O Marev realiza há mais de 23 anos um trabalho sério”, afirma. 
            Satisfeito com a ação, o gerente administrativo da Marev, Romeu Lopes Filho, informa que a entidade atende em média 50 internos por mês, com o auxílio de 18 profissionais. “Somos uma entidade sem fins lucrativos, então vivemos de doações. Esse leite vai ser destinado à padaria que funciona no internato”, explica. 
            O leite também é consumido com chocolate em pó, já que o Marev não serve café a fim de evitar o efeito estimulante. “Buscamos produzir os alimentos necessários, mas doações são sempre bem-vindas. Estamos gratos à Sicredi União por esse gesto de solidariedade”. 

  • 14/02/2019 - 13:14:23
    Mal de Alzheimer é uma das doenças abordadas no calendário da saúde

    Conhecido como Fevereiro Roxo, o mês é de conscientização sobre o diagnóstico precoce e o tratamento adequado de três doenças sem cura e que acometem cerca de 6,5 milhões de brasileiros: lúpus, fibromialgia e mal de Alzheimer.
    Só o mal de Alzheimer atinge 1,2 milhão de pessoas no país, e o número deve aumentar à medida que a população for envelhecendo, alerta o neurologista Flávio Taira, cooperado da Unimed Maringá.
    A doença se caracteriza por um acúmulo anormal e excessivo de um tipo de proteína em áreas específicas do cérebro levando à morte de neurônios. “Apesar de a medicina ter avançado no conhecimento sobre a doença, ainda não se sabe exatamente porque essas proteínas se acumulam”, diz. Os primeiros sintomas estão diretamente relacionados à memória imediata e causam dificuldade para lembrar de informações recentes, mas normalmente as memórias antigas são preservadas.
    Com o avanço da enfermidade, a memória fica mais prejudicada e outras funções relacionadas ao raciocínio e a aprendizagem também são comprometidas, como a capacidade de atenção, cálculo, vocabulário e até a coordenação motora, o que gera dificuldade na realização de determinados movimentos. Por isso, o médico orienta que nessa fase o apoio e cuidado da família sejam redobrados. “A compreensão e paciência dos familiares e cuidadores são imprescindíveis para que o paciente tenha qualidade de vida, afinal, num estágio avançado da doença, a pessoa vai precisar de ajuda para ingerir remédios, se alimentar e se locomover”.
    De acordo com o neurologista, o principal fator de risco é a idade, ou seja, quanto mais idoso, maior o risco de desenvolver a doença. “Por enquanto a medicina não dispõe de medicações que impeçam a doença, o que torna o Alzheimer crônico e progressivo. Porém, existem remédios, disponíveis inclusive na rede pública de saúde, que podem ajudar a diminuir os sintomas cognitivos principalmente nas fases iniciais”, explica.

    Lúpus e fibromialgia
    Já os lúpus é uma doença autoimune, ou seja, acontece quando o sistema imunológico ataca órgãos e tecidos, como a pele e articulações. Entre os sintomas estão fadiga, dor muscular, vermelhidão na face em forma de borboleta, ferida na boca e queda dos cabelos.
    A fibromialgia é caracterizada por dores em todo o corpo por longos períodos, com sensibilidade nas articulações, músculos, tendões e em outros tecidos moles.

  • 14/02/2019 - 10:33:41
    Núcleo Setorial de Segurança Alimentar da ACIM orienta proprietários de cantinas sobre a Lei Cantina Saudável

    Nesta quarta-feira (13), às 17 horas, o Núcleo Setorial de Segurança Alimentar (Aprovare) fará uma oficina com os proprietários de cantinas das escolas privadas de Maringá. O treinamento será realizado na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), e tem como objetivo esclarecer sobre a Lei Cantina Saudável e orientar acerca dos produtos que podem ser comercializados. O Aprovare conta com uma equipe de nove nutricionistas. 
            A Lei Cantina Saudável, que a Vigilância Sanitária do município começará a cobrar a partir deste ano, determina que os serviços de lanches e bebidas que atendem a educação básica deverão obedecer padrões de qualidade nutricional. Com isso, será proibida a comercialização de salgados fritos, pipocas e salgadinhos industrializados, balas, pirulitos, gomas de mascar, refrigerantes e sucos artificiais. 
            “Os cantineiros das escolas privadas da cidade foram convidados para a oficina e esperamos que todos compareçam. O treinamento consiste em explicar o que é a lei, como ela vai ser trabalhada – em conjunto com a Vigilância Sanitária e demais órgãos competentes – e os alimentos que não são permitidos”, explica a nutricionista Suelen Cadamuro, que faz parte do Aprovare. 
            Segundo ela, a Lei Cantina Saudável é uma questão de saúde pública. “O número de pessoas obesas aumentou significativamente no Brasil. Dados do Datasus são alarmantes em relação a obesidade infantil. Temos notícias de pessoas que infartaram aos 30 anos, por conta do que comem e estilo de vida”, ressalta Cadamuro. 
            De acordo com o diretor de Vigilância de Saúde do município, Eduardo Alcântara, a legislação já é antiga, mas a partir deste ano o município agirá de forma efetiva. “A lei estadual é de 2005 e a municipal é de 2014. Em conjunto com a ACIM, vamos mostrar aos proprietários das cantinas as alternativas para fornecer uma dieta saudável, sem comprometer a demanda que eles têm de comércio. Por enquanto, vamos priorizar as ações no ensino fundamental. O não cumprimento da lei representa uma infração sanitária, podendo o estabelecimento ser advertido ou multado, dependendo do caso”, declara. 

  • 13/02/2019 - 13:04:16
    Maringá Park realiza Etiqueta Vermelha neste fim de semana

    Centenas de lojas do Maringá Park vão oferecer produtos com superdescontos na campanha conjunta ‘Etiqueta Vermelha’. A liquidação realizada pelo shopping ocorrerá neste sábado e domingo (16 e 17).
    Lojas de diversos segmentos já separaram os itens para a promoção. Na Animale, o vestido curto com corrente que custa R$ 848 será vendido a R$ 379. A Bobstore vai remarcar o preço da saia tweed, que cairá de R$ 570 para R$ 171. Na Canal, o consumidor encontrará a calça de sarja color que custa R$ 359 por R$ 159. A Genko Homem oferecerá desconto na calça jeans Beagle: de R$ 350, a peça sairá por R$ 175.
    Produtos infantis também entrarão na liquidação. O boneco Beanie Boos Patrulha Canina que custa R$ 39,99 será comercializado por R$ 9,99, na PB Kids. Na PUC, o vestido estampado para bebê será vendido de R$ 89,99 por R$ 34,99.
    No setor de serviços, o Lady e Lord vai oferecer revitalização facial biofotônica por R$ 80 e design de sobrancelha mais depilação de buço por R$ 45. Na Via Laser, pacotes com 10 sessões de depilação terão desconto. Um deles, para axila feminina ou faixa de barba masculina, terá preço reduzido de R$ 1,4 mil para R$ 399.
    Acessórios, calçados, eletrônicos, papelaria, opções da praça de alimentação e de diversão no Zig Zg Play também terão descontos no fim de semana. No sábado, o horário de funcionamento das lojas é das 10h às 22h; no domingo, das 14h às 20h.

No Comments

Post a Comment