Evento de robótica é atração de Dia das Crianças no Maringá Park

Em parceria com a escola de programação e robótica AREA, o Maringá Park realiza evento de robótica a partir desta sexta-feira (12) até 21 de outubro, em comemoração ao Dia das Crianças. A ação, que ocorrerá no terceiro piso, terá oficinas de criação para crianças e adolescentes de 5 até 17 anos. Para participar, é preciso doar um brinquedo e se inscrever pela internet.

A idealizadora da Area, a pesquisadora Ana Paula Giocomassi Luciano, explica que durante as oficinas de robótica e ciências as crianças aprenderão a criar dispositivos e jogos. Além disso, uma ‘competição’ de melhor criação está programada, o ‘Designton’.

Palestras também fazem parte da programação. Serão abordados os temas ‘Educação ambiental’; ‘Panorama da robótica educacional’; ‘Uso consciente da internet’; e ‘Astronomia para todos’. Já para o público em geral haverá uma exposição de itens ligados à astronomia, por exemplo, com visitação aberta no período do evento.

O objetivo é promover o interesse pela tecnologia e democratizar o acesso à robótica. “Buscamos a inclusão da sociedade em ciência e tecnologia fora dos moldes escolares. Podemos tratar de ciência e tecnologia em qualquer ambiente”, diz Ana Paula.

Programação

As oficinas serão divididas conforme a faixa de idade. A programação completa e o link de inscrição estão disponíveis no site do Maringá Park: maringapark.com.br/. O link direto para as inscrições é o bit.ly/designmaringapark.

NOTÍCIAS

  • 14/01/2019 - 13:40:18
    Prêmios da campanha Natal Sonho Dourado serão entregues na segunda-feira

    Os ganhadores da campanha Natal Sonho Dourados receberão os prêmios em uma cerimônia que acontece na próxima segunda-feira (dia 14), às 19 horas, na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM). O evento reunirá os 68 maringaenses contemplados com vale-compras no valor de R$ 300 e ganhadora do veículo Kwid, a profissional liberal Francimary Cabeçoni Santana. Também estarão presentes diretores da associação, autoridades locais e lojistas.
    Além dos ganhadores dos vale-compras e do carro 0km, três consumidores de Maringá faturaram caminhões de prêmio. Bruno Ricardo Madeira de Lima, Lorena Ranzani Cesar e Sueli Aparecida da Silva ganharam vão receber em casa, cada um, uma TV, geladeira, máquina de lavar, colchão, entre outros prêmios.
    Realizada pela ACIM e pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), a campanha Natal Sonho Dourado distribuiu uma raspadinha a cada R$ 50 em compras nas lojas participantes. Depois os consumidores tinham que rasparpara descobrir o código e cadastrá-lo
    no site www.natalsonhodourado.com.br.

    Ganhadores dos vales-compras
    Joao Emanuel Armelin
    Sandro Blecha Da Silva
    Edilaine Aparecida Dos Santos
    Robson De Souza Almeida
    Marcelo Alessandro Araujo
    Helena Maria Do Rosario Garcia
    Marcia C De Lessa Falleiro
    Antonio Marcos Vicente Silva
    Diogenes Moraes De Souza
    Valdirene Pina
    Ismar Ribeiro
    Francielle Mary De Souza
    Aparecida Faion Manara
    Marianna Michelan Batista
    Hideko Sato
    Eliane Teixeira Da Silva
    Dina Lucia M Falavigna
    Otavio Augusto Fier
    Rosileia Jorge Da Cruz Sousa
    Mariana Celini
    Maria Lucia C Rossi
    Anderson Cesar Silverio
    Leticia Pedroso
    Mayra Squiavon Santos
    Sandy Staquecini Santos
    Osvaldo Pezoti Junior
    Lucimar Castro Sanches Marques
    Clayton Diego Taglioni
    Sonia Saade Youssef Said
    Marilza Lavezo
    Vanessa Souza Ortiz
    Rute Garcia De Azevedo
    Mateus Henrique Sequeira
    Ana Lucia Do Nascimento Magalhaes
    Ana Claudia Tenorio Leonardi
    Ana Lucia Do Nascimento Magalhaes
    Barbara Cristina Avila Cantoni Hieber
    Carlos Danilo Nicodemo
    Claudio Simao Nunes
    Cristiane De Oliveira Alves
    Cristiano Anis Kurudz
    Dionei Maicon Magalhaes
    Everson
    Fabio Henrique Barrionuevo
    Fabricia Luciana Machado Lopes
    Ivone Cereda Da Cruz
    Jessica Mayumi Cortez Espelho
    Juliano Mortari
    Leandro Mori
    Leandro Valquir Pinheiro
    Luciana Dos Santos
    Lucimar S Pedro
    Marcelo Corcete
    Maria Aparecida
    Mario Jorge Kenhiti Hino
    Michelle Albuquerque Zarantonielli
    Mirian Batista Goncalves
    Nelson Aires De Melo
    Os Mar Atavres De Souza
    Paula Yatsugafu
    Paulo Roberto Alves Pereira
    Raul Fernandes Dias
    Renato Da Silva
    Rita De Cassia Felix Brito
    Sibeli Cristina Costa
    Tony Wilian Montini Vaz
    Vanessa Tabata Hajjar
    Vera Lucia Fernandes

  • 11/01/2019 - 17:31:12
    No sábado pais e filhos brincarão juntos no Maringá Park

    Dança das cadeiras e piquenique estão entre as atividades que serão realizadas neste sábado (dia 12) no terceiro piso do Maringá Park. É que a PBKids e a Casa X realizarão um evento especial de férias para que pais e filhos possam brincar juntos. Será das 13 às 18 horas, com acompanhamento de recreadores e gratuito.
    As atividades serão voltadas para crianças a partir de três anos e incluem desenhos para colorir, jogos, Lego e Jenga (jogo de estratégia para tirar peças de uma torre). Também haverá shows do Txutxucão e Mega Mix, que são os personagens da turma da Xuxa que fizeram sucesso entre as crianças.

  • 11/01/2019 - 17:30:24
    Nutricionista dá dicas de lanches saudáveis para passeios de férias

    Durante as férias crianças e adultos querem mesmo é sair de casa e passear. Seja em um parque, praia ou na pracinha do bairro, os passeios sempre são uma oportunidade divertida para estreitar os laços familiares e fazer amigos. Porém, sair de casa exige planejamento, principalmente no que se refere a alimentação.

    A nutricionista da Unimed Maringá, Larissa Zangari, explica que dezembro e janeiro são meses de muito calor, por isso, o primeiro passo para um passeio tranquilo, é manter todo mundo bem hidratado. “A melhor forma para isso é bebendo bastante água. A dica é ingerir sempre, em intervalos curtos de tempo”, diz.

    As frutas também são opções refrescantes e ajudam a repor a água do organismo. “Melancia, maçã fuji, kiwi, uva, laranja, acerola, manga e maracujá são algumas das opções comuns nesta época do ano”. O consumo, segundo a nutricionista, pode ser tanto da fruta inteira, como em pedaços. “Quem prefere levar as frutas picadinhas para facilitar para as crianças, deve colocar gotas de limão, para que a fruta não fique escura”, explica. Outra dica é levar oleaginosas, como as castanhas que garantem saciedade e nutrientes importantes.

    Para quem não abre mão de sanduíche, a dica é optar sempre pelo pão integral e preferir a manteiga em vez da margarina, que é menos processada, assim como o peito de peru e o chester. “É bom evitar sanduíches com frango, requeijão ou maionese, pois esses ingredientes exigem mais cuidados na conservação”. Em relação aos biscoitos, o recomendável são os integrais por serem mais saudáveis que os recheados.

    Agora, para espantar o calorão, a dica é optar por um picolé, mas sempre preferir os de fruta. Segundo a nutricionista, existem opções com muita gordura, por isso é importante comparar as informações nutricionais contidas na embalagem e descartar os que contêm gordura trans, que é inimiga do coração. Na praia, uma das tentações é o milho verde, que é uma opção saudável, pois é rico em fibras e carboidratos que dão energia, mas é importante pedir com pouco sal e sem manteiga.

    De acordo com Larissa, outras opções são palitinhos de cenoura, frutas desidratadas, chips de frutas como maçã, banana e manga, barrinhas de frutas e até espetinhos de tomate-cereja e queijo branco, mas, neste caso, somente se o passeio for curto ou se tiver um local adequado para armazenar.

  • 11/01/2019 - 17:27:13
    Programa da Sicredi incentiva alunos a buscar conhecimento

    Assim que o ano letivo for iniciado, 28 mil crianças e adolescentes de 204 escolas que integram o programa A União Faz a Vida (PUVF) da Sicredi União PR/SP vão definir temas para os professores abordarem ao longo do ano junto ao conteúdo das disciplinas. Há 11 anos a metodologia educacional de estímulo ao interesse pelo conhecimento tem sido implantada na área de atuação da Sicredi Uni&atild e;o e os educadores constatam que os resultados são os melhores possíveis.
    Mostra disso é a experiência que a professora Ivone Aparecida Delantonia, da Escola Municipal Julita Alves Soares de Jussara, teve ano passado quando a turma do 4º ano optou pelo tema ‘Empreendedorismo’. Mais do que abordar o assunto nas disciplinas, a proposta envolveu todos os alunos e profissionais da escola porque a atividade prática consistiu em montar uma barraca para vender pipoca.
    O desafio rendeu cálculos e gráficos sobre custos e lucro na disciplina de matemática, pesquisa de campo para saber os sabores de preferência dos alunos, entre outros. Para montar a “empresa” a instituição de ensino doou materiais e ingredientes para as professoras e cozinheiras prepararem a pipoca. Já os alunos do 4º ano se dividiram nas demais funções do “negócio”, como caixa, recebedor de fixas, empacotador, atendente e entregador de pipocas, e equipe encarregada da divulgação para chamar a clientela.
    “Teve até dinheirinho que foi distribuído para todas as turmas. Assim, os alunos ficaram animados para gastar o valor na barraca. Já as crianças que estavam vivenciando a prática do empreendedorismo, aprenderam brincando”, conta Ivone. No evento de culminância realizado no final do ano, a barraca foi montada novamente para que os pais pudessem conhecer o projeto e provar a pipoca. A professora destaca ainda que, durante o ano, uma aluna ficou tão motivada a empreender que começou a produzir slime (geleia de brincar) para vender para os colegas. “Nós permitimos porque não atrapalhou a concentração em sala de aula”.
    Cases positivos como esse incentivam outras escolas a implantarem o programa. Somente em 2018, o PUFV foi expandido para 18 municípios da área de atuação da cooperativa de crédito, totalizando a presença em 47 cidades. A metodologia é apresentada para prefeituras, secretarias de educação, instituições e escolas e, conforme interesse, é feita a capacita&c cedil;ão dos educadores para a aplicação do método.
    A partir daí é definido o tema que será abordado durante o ano letivo, envolvendo a grade escolar. Os novos conhecimentos são adquiridos por meio de expedição investigativa, pesquisa, relatos, rodas de conversa, entre outros métodos, quase sempre com o envolvimento da família e da comunidade. Por fim há o evento de culminância, em que são realizadas mostras para apresentar as atividades desenvolvidas ao longo do ano.

  • 11/01/2019 - 17:25:55

    O ano de 2019 chega com a perspectiva de um cenário promissor para o setor da construção civil. Depois de um período de recessão causado pela crise econômica que afetou o Brasil, o mercado imobiliário deu sinais de recuperação em 2018 e projeta de forma expressiva a retomada de vendas e lançamentos para o ano que vem.
    “Otimismo, confiança e responsabilidade são as palavras para 2019”, resume o presidente do Sinduscon-PR/Noroeste, Marcos Mauro Pena Filho, prevendo a retomada de investimentos da construção civil e da intenção de compra por parte de investidores. “Passado o momento de incertezas do período eleitoral, vivemos agora um período de variação positiva de confiança e estabilidade de empregos que levam as pessoas a voltarem a fazer investimentos”.
    “Estamos otimistas. É a melhor definição. O mercado está receptivo e não pode haver motivação maior”, comemora Moacir Júnior, diretor da Morena Empreendimentos, de Umuarama, compartilhando a opinião do presidente do Sinduscon ao ser questionado sobre os rumos da construção civil nos próximos meses.
    Leandro Cesar Cunha, gestor Regional de Obras da MRV Engenharia, compartilha o otimismo. “O ambiente está otimista quanto à recuperação da economia, deve aumentar o número de brasileiros buscando realizar o sonho da casa própria. Essa maior procura e os bons resultados em 2018 nos estimulam a continuar investindo para realizar esses sonhos e gerar empregos”.
    O diretor da WEGG-CCII Construtora e Loteadora, Douglas Guiomar, endossa o coro, porém com ressalvas. “Existe um otimismo que não víamos há anos. Se tivermos crescimento da renda da população com inflação controlada, certamente o setor da construção civil terá forte crescimento. Esperamos que no primeiro semestre de 2019 tenhamos um cenário melhor definido. O que não pode ocorrer é aumento da carga tributária, em vez de economia nas contas públicas. Mais impostos ele variam os custos de construção, o que inviabilizaria uma boa fatia de projetos”.
    As três construtoras preparam lançamentos de empreendimentos. A Morena Empreendimentos fará três lançamentos já no início do ano. No caso da MRV Engenharia, serão quatro novos projetos só em Maringá. No Paraná, a expectativa é lançar mais de 5 mil novas unidades habitacionais, distribuídas em 16 empreendimentos em sete cidades.
    “Essas unidades têm potencial para fornecer moradia para cerca de 16 mil pessoas e gerar mais de dois mil empregos diretos e indiretos no estado”, destaca Cunha. “Acreditamos que em 2019 a busca dos paranaenses pela primeira moradia deve impulsionar crescimento ainda maior, contribuindo para a redução do deficit habitacional do país.”
    A WEGG prepara o lançamento de duas obras de edificação residencial em Maringá, na modalidade de preço fechado e dois loteamentos, sendo um em Campo Mourão e outro em Ponta Grossa.
    “São empreendimentos populares com faixa de preço entre R$ 50 mil e R$ 80 mil o terreno. Já as edificações em Maringá têm preço entre R$ 160 mil e R$ 187 mil. Já no médio padrão, a faixa de preços é de R$ 400 mil, com 77metros quadrados privativos, duas vagas de garagem, área comum equipada e decorada, com academia, salão de festas, piscinas, entre outras”, cita Guiomar.

    Balanço de 2018
    Embora as expectativas sejam melhores para 2019, há o que se comemorar em 2018. No ano passado a Morena Empreendimentos ousou com os projetos do Montpellier Residence e do Interlagos Residencial Clube. De acordo com Moacir Júnior, o primeiro superou 70% das unidades vendidas. Ele atribui o sucesso de vendas à localização privilegiada (próximo ao Shopping Palladium), à proposta arrojada com foco na área de lazer e espaços de vivência, tecnologia empregada e, especialmente, às opções de pagamento facilitado, com financiamento direto na construtora, em até 50 parcelas.
    Na MRV Engenharia o balanço também é positivo. “No terceiro trimestre de 2108 tivemos um volume consistente de unidades lançadas, com aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado. Além disso, até setembro, a MRV vendeu 30.508 unidades, aumento de 6,3% em relação ao mês mo período de 2017”, comemora Cunha.
    Em 2018, a MRV Engenharia ultrapassou a marca de 400 mil unidades lançadas em 39 anos de atuação. O número de unidades é um recorde entre as construtoras da América Latina. Nos últimos 12 meses a empresa lançou mais de 42 mil novas unidades. No Paraná foram investidos R$ 550 milhões no lançamento de cerca de 5,5 mil unidades habitacionais. “No ano de 2018 fomos influenciados pelo fator política da atual gestão, pelas incertezas das eleições e pela greve dos caminhoneiros. Apesar de todos esses fatores contrários, o mercado apresentou expansão. Se considerados os obstáculos que tivemos, temos muito a comemorar o crescimento pequeno, porém gradual do setor”, diz Pena Filho.
    Já a WEGG conseguiu reduzir consideravelmente o estoque ao longo do ano restando, segundo cálculos do seu diretor, cerca de 25% dos terrenos e apartamentos lançados em 2018. “Tivemos a metade do volume de lançamentos que projetamos para 2019, ou seja, um loteamento e um prédio médio padrão”.

No Comments

Post a Comment