Nuscom entrega aparelho de análise de combustível para o Procon

Nesta quarta-feira (20), às 10 horas, o Núcleo Setorial de Postos de Combustíveis de Maringá (Nuscom) fará a entrega de um aparelho de análise de combustível para o Procon de Maringá. Na ocasião, estarão presentes o diretor do Procon, Rogério Calazans, o prefeito Ulisses Maia, e o primeiro vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), Michel Felippe.

O objetivo é que o equipamento seja utilizado durante as visitas de fiscalização do Procon e, assim, obtenha dados concretos sobre a qualidade dos combustíveis comercializados em Maringá. Na oportunidade, os 25 postos de combustíveis membros do Nuscon também se colocarão à disposição para receberem as primeiras visitas do Procon, com a utilização do aparelho.

O Procon de Maringá fica na avenida Cerro Azul, 233, Zona 02.

NOTÍCIAS

  • 18/07/2018 - 17:53:35
    Colégio São Francisco Xavier, de Maringá, é campeão do futsal masculino

    O time maringaense Colégio São Francisco Xavier, patrocinado pela Sicredi União PR/SP, levou o título de campeão nos Jogos Escolares do Paraná (JEPS). A final do futsal masculino (Sub 14) foi disputada na semana passada, em Apucarana, contra o Colégio Estadual Beatriz Binati, de Francisco Beltrão. A partida terminou com empate de 1 a 1 e a decisão foi nos pênaltis.

    Com o resultado, a equipe maringaense encerra a participação no campeonato com 72 gols marcados e apenas 16 sofridos. Ao todo, os vencedores enfrentaram 15 jogos, desde a fase regional até a conquista do título estadual. O terceiro lugar ficou com a equipe do Colégio Marista Paranaense, de Curitiba, após vencer o Colégio Alfa, de Toledo, por 4 a 0.

    O professor e técnico do Colégio São Francisco Xavier, Denivalde Cuenca, diz que a participação na competição fez os alunos crescerem dentro e fora da quadra. “Todas as equipes vêm pra cá qualificadas e, quando chegam à fase de quartas e semifinal, a disputa fica muito acirrada por causa do nível técnico, da competitividade. E isso é muito bom porque faz os atletas crescerem não só enquanto jogadores, mas como pessoa”, afirma, acrescentando que o time maringaense é muito dedicado. “Eles mereceram o título”, comemora.

    Confira o histórico do time campeão no JEPS:

    Fase Regional
    Colégio São Francisco Xavier 3×1 Colégio Estadual Humberto de Campos (Altônia)
    Colégio São Francisco Xavier 4×0 Escola Estadual Cecília Meireles (Santa Fé)
    Colégio São Francisco Xavier 7×1 Escola Estadual Francisco J. Perioto (Mandaguçu)
    Colégio São Francisco Xavier 2×1 Colégio Estadual Humberto de Campos (Altônia)
    Colégio São Francisco Xavier 4×0 Colégio Estadual São Francisco de Assis (Ivatuba)
    Colégio São Francisco Xavier 5×4 Colégio Estadual Jardim Independência (Sarandi)

    Fase Macrorregional
    Colégio São Francisco Xavier 7×2 Colégio Estadual Luzia Garcia Villar (Barbosa Ferraz)
    Colégio São Francisco Xavier 1×0 Colegio Estadual Vicente Leporace (Boa Esperança)
    Colégio São Francisco Xavier 14×1 Colégio Carlos Gomes (Ubiratã)
    Colégio São Francisco Xavier 5×0 Colégio Estadual Antônio Dorigon (Pitanga)

    Fase Final
    Colégio São Francisco Xavier 2×0 Colégio Estadual Lucia O. Schoffen (Altônia)
    Colégio São Francisco Xavier 2×0 Colégio Estadual Nobrega da Cunha (Bandeirantes)
    Colégio São Francisco Xavier 7×1 Colégio Estadual Reynaldo Massi (Diamante do Norte)
    Colégio São Francisco Xavier 7×0 Colégio Marista Paranaense (Curitiba)

    Colégio São Francisco Xavier 6×5 Colégio São Francisco Xavier (Francisco Beltrão)

  • 18/07/2018 - 17:34:55
    Noroeste Garantias ajuda na expansão de empresas em Ivaiporã

    Empresários de Ivaiporã – distante 140 km de Maringá – contam com a Noroeste Garantias para fomentar seus negócios. Com ajuda da sociedade garantidora de crédito, dezenas de empreendedores buscam crédito com condições mais atraentes do que as geralmente apresentadas pelas instituições financeiras. É que a Noroeste avaliza os empréstimos das empresas e, assim, como as instituições financeiras correm menos risco com a operação, a taxa de juros do empréstimo é menor.

    Uma das empresas que teve o projeto avalizado pela Noroeste Garantias é a Sanches Alimentos, que está no mercado há dez anos. O empresário Valdinei Sanches conseguiu crédito no valor de R$ 60 mil para dar início a uma nova linha de produção. “Por muito tempo trabalhamos apenas com legumes e mandioca, e planejávamos começar a produção de derivados e embutidos de carne. Com o crédito, foi possível viabilizar a instalação de câmara fria e fazer outros ajustes para começar o trabalho. Hoje estamos produzindo e distribuindo para várias cidades da região”, diz.

    A Hawp Cervejaria também investiu na infraestrutura do estabelecimento graças ao apoio da Noroeste Garantias. Os sócios conseguiram R$ 100 mil para pagar parte do investimento e adquirir novas chopeiras.

    De acordo com a agente de crédito Darlene Aparecida Pavan, o trabalho em Ivaiporã ainda está no início, mas deve estimular muito a economia local. “No primeiro mês já fizemos muitos atendimentos e estamos com boas expectativas de oferecer um serviço de qualidade e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento local”, diz. Em Ivaiporã a Noroeste Garantias tem convênio com a Associação Comercial da Cidade.

    1,1 empreendedores beneficiados

    Desde que foi fundada, em 2011, a Noroeste Garantias já emitiu mais de 1,1 mil cartas para empreendedores de 77 municípios do noroeste do Paraná. Só neste ano foram 250 cartas, com valor médio de R$ 39 mil, que somados chegam a quase R$ 10 milhões em operações.

    Para ter acesso ao crédito, o empreendedor precisa apresentar um plano de negócios, que será analisado por uma comissão. Se o plano for aprovado, ele receberá uma carta de garantia e poderá escolher uma das instituições financeiras conveniadas (Sicredi, Sicoob, BRDE e Cresol), para contrair o crédito a uma taxa de juros a partir de 1,12%.

  • 18/07/2018 - 17:34:11
    Noroeste Garantias ajuda na expansão de empresas em Ivaiporã

    Empresários de Ivaiporã – distante 140 km de Maringá – contam com a Noroeste Garantias para fomentar seus negócios. Com ajuda da sociedade garantidora de crédito, dezenas de empreendedores buscam crédito com condições mais atraentes do que as geralmente apresentadas pelas instituições financeiras. É que a Noroeste avaliza os empréstimos das empresas e, assim, como as instituições financeiras correm menos risco com a operação, a taxa de juros do empréstimo é menor.

    Uma das empresas que teve o projeto avalizado pela Noroeste Garantias é a Sanches Alimentos, que está no mercado há dez anos. O empresário Valdinei Sanches conseguiu crédito no valor de R$ 60 mil para dar início a uma nova linha de produção. “Por muito tempo trabalhamos apenas com legumes e mandioca, e planejávamos começar a produção de derivados e embutidos de carne. Com o crédito, foi possível viabilizar a instalação de câmara fria e fazer outros ajustes para começar o trabalho. Hoje estamos produzindo e distribuindo para várias cidades da região”, diz.

    A Hawp Cervejaria também investiu na infraestrutura do estabelecimento graças ao apoio da Noroeste Garantias. Os sócios conseguiram R$ 100 mil para pagar parte do investimento e adquirir novas chopeiras.

    De acordo com a agente de crédito Darlene Aparecida Pavan, o trabalho em Ivaiporã ainda está no início, mas deve estimular muito a economia local. “No primeiro mês já fizemos muitos atendimentos e estamos com boas expectativas de oferecer um serviço de qualidade e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento local”, diz. Em Ivaiporã a Noroeste Garantias tem convênio com a Associação Comercial da Cidade.

    1,1 empreendedores beneficiados

    Desde que foi fundada, em 2011, a Noroeste Garantias já emitiu mais de 1,1 mil cartas para empreendedores de 77 municípios do noroeste do Paraná. Só neste ano foram 250 cartas, com valor médio de R$ 39 mil, que somados chegam a quase R$ 10 milhões em operações.

    Para ter acesso ao crédito, o empreendedor precisa apresentar um plano de negócios, que será analisado por uma comissão. Se o plano for aprovado, ele receberá uma carta de garantia e poderá escolher uma das instituições financeiras conveniadas (Sicredi, Sicoob, BRDE e Cresol), para contrair o crédito a uma taxa de juros a partir de 1,12%.

  • 18/07/2018 - 17:33:29
    Pré-candidato a deputado federal, Roberto Francischini apresenta propostas na ACIM

    O pré-candidato a deputado federal pelo partido Novo Roberto Francischini apresentou sua plataforma de governo na última segunda-feira (dia 16) na sede da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM). Formado em Sistemas de Informação, Francischini é sócio de uma corretora de mercadorias e de outra empresa que assessora investidores no gerenciamento de riscos agrícolas.

    Ele explicou a proposta do partido Novo, que nasceu em 2015 depois que 181 “cidadãos da sociedade civil se uniram porque queriam uma ferramenta para promover mudanças. Eles cogitaram criar entidades ou organizações para ajudar outras pessoas, mas chegaram à conclusão que tudo passa por política, a gente gostando ou não. E aí fundaram o partido”.

    O pré-candidato explicou que o partido defende o fim do fundo partidário. “Somos contra esse fundo e estamos tentando encontrar uma brecha na lei para devolver esse dinheiro. O partido também só permite uma reeleição. Isso é estatutário. Hoje há candidato com 10 mandatos que vêm a público falar em renovação. Todo mundo que vai passar por aqui vai dizer que é novo. É preciso olhar por trás, ver qual é o partido desse candidato e as coligações que fez. Os partidos fazem conchavos, corporativismo, e os eleitores eram obrigados a escolher os menos piores entre os que estão há muito tempo no poder ou vindo das mesmas famílias políticas”.

    Francischini ressaltou que tanto ele quanto o partido defendem o ‘corte de regalias’. “Vamos propor um gabinete coletivo para cortar despesas”. Após a explanação, o pré-candidato respondeu a questionamentos, entre eles sobre as privatizações. “O partido Novo é favorável ao Estado mínimo. Somos favoráveis às privatizações. Hoje o estado cobra demais e entrega de menos”. Ele também defendeu a urgência da reforma da previdência.

    Eleições 2018

    A ACIM tem recebido os pré-candidatos às eleições 2018 e também abrirá espaço para os candidatos, quando tiverem seus nomes homologados. Além de Francischini (Novo), a entidade recebeu o pré-candidato a Senado Oriovisto Guimarães (Podemos), o pré-candidato a presidente da República Geraldo Alckimin (PSDB) e o pré-candidato a governador do Paraná Ratinho Junior (PSD).

    Os candidatos e pré-candidatos que quiserem apresentar propostas e plataformas de governo na ACIM deverão seguir o regulamento aprovado pela diretoria, garantindo o mesmo tempo de exposição de projetos. Quem concorrer ao cargo de presidente da República terá 40 minutos de apresentação de propostas e outros 20 minutos para responder aos questionamentos da plateia. No caso dos pleiteantes a governador do Paraná e senador, serão 30 minutos de exposição e 20 minutos de respostas a perguntas. Já os candidatos e pré-candidatos a deputado federal e estadual terão 15 minutos de exposição de projetos e 10 minutos para esclarecer dúvidas. Não é permitida a exibição de faixas e banners, mas está liberada a distribuição de material de campanha ao final da apresentação. Durante a visita de um candidato ou pré-candidato não será permitida que um postulante ao mesmo cargo esteja presente, apenas até dois assessores.

  • 18/07/2018 - 17:32:31
    ACIM e Codem recebem Ana Lúcia Rodrigues, candidata à reitora da UEM

    As três chapas que concorrem à reitoria da Universidade Estadual de Maringá (UEM) apresentarão suas propostas na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), que receberá os candidatos em parceria com o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem). A primeira chapa a se apresentar, na última segunda-feira (dia 16), foi a das professoras Ana Lúcia Rodrigues e Lilian Mai, que concorrem pela chapa um.

    Ana Lúcia contou que é professora da universidade há 30 anos no departamento de Ciências Sociais, tem doutorado em Sociologia e pós-doutorado em Urbanismo. Ela integra o Observatório das Metrópoles, que compõe uma rede nacional de pesquisas. Já Lilian é docente de Enfermagem na residência de urgência e emergência e no Hospital Universitário. Em sua explanação, Ana Lúcia criticou “o isolamento da universidade em relação à comunidade local e regional e em relação às forças políticas. Temos uma universidade com seis campus regionais, com forças políticas que não são acionadas. A UEM pecou profundamente por não implantar e dar posse ao Con selho de Integração Universidade-comunidade, que é estatutário e tem participação de membros da ACIM, Ministério Público, entre outros órgãos. É um conselho extraordinário, virtuoso, em que as pessoas vão tratar as demandas da universidade”.

    Na opinião dela outros três conselhos (Administração, Universitário e o de ensino e pesquisa) com participação da comunidade precisam ser valorizados.

    A candidata também criticou a paralisação de obras. “A universidade tem mais de 50 blocos com obras paralisadas, alguns por decisões da gestão. Na nossa opinião foi uma decisão equivocada, porque algumas obras não precisavam ser paralisadas. São mais de 10 mil metros de obras que foram jogadas na vala comum, porque a gestão julgou que ninguém era confiável. Recursos enviados por secretarias de estado, Ministério do Esporte ficaram parados e sem ser executados”.

    Em relação ao Hospital Universitário, Lilian defendeu o ‘incremento da estrutura. O HU é referência em média e alta complexidade e precisa de investimento. Um leito hospitalar demanda estrutura de apoio, como cozinha e lavanderia. Precisamos também fortalecer os espaços de discussão das políticas públicas de saúde, como os conselhos municipais”.

    Por fim, Ana Lúcia afirmou que a universidade pode contribuir muito com o planejamento econômico da região. “Defendemos aquilo que vocês defendem e fazem que é um processo de participação ampla que defende a sociedade”.

    As outras duas chapas que concorrem à reitoria da UEM apresentarão as propostas na ACIM. No dia 23 de julho será a vez da chapa 3, formada por Julio César Damasceno e Ricardo Dias Silva e no dia 30 será a chapa 2, de Roberto Nakamura Cuman e Leandro Vanalla. A eleição será em 21 de agosto.

No Comments

Post a Comment