Prática esportiva no inverno promove maior gasto calórico

Nos últimos dias as temperaturas em Maringá despencaram e trouxeram a ‘preguicinha’ típica do inverno. O educador físico do Espaço Viver Bem da Unimed Maringá, Rafael Fernandes de Souza, explica que ceder a tentação de ficar em casa pode trazer consequências ruins para quem quer perder peso ou está em busca de aumentar a massa muscular. “A ciência mostra que duas semanas sem praticar exercícios podem ter impacto na redução de massa muscular. Imagine ficar parado o inverno inteiro”, diz.
Além do mais, segundo o educador físico, quem fica alguns dias ausente dos treinos acaba descuidando da alimentação e diminui a capacidade aeróbia e de produção de endorfina, o que pode resultar no aumento de peso e moleza. “Para completar, a pessoa pode sofrer com o estresse e a irritação do dia a dia que costumam ser minimizados com a prática esportiva”.
A boa notícia é que com as temperaturas baixas, o corpo precisa de mais calorias para se aquecer, o que significa que o gasto de energia tende a aumentar, por isso, o outono e o inverno são considerados as melhores épocas do ano para quem quer manter a forma.
Souza lembra que apesar do benefício de gerar maior queima calórica, a prática esportiva no inverno requer cuidados. O aquecimento, por exemplo, deve receber atenção especial e ser mais longo do que nos dias quentes, já que com as temperaturas baixas, o corpo leva mais tempo para passar pela transição do repouso para o exercício. “O aquecimento adequado é fundamental para que o exercício seja feito de forma segura e confortável para o praticante”, diz.
A dica para espantar a vontade de ficar em casa durante o inverno é procurar uma atividade prazerosa. “Esse é um bom momento para buscar outras atividades. Se você pratica natação, por exemplo, e não tem ânimo para cair na piscina, que tal experimentar uma aula de luta ou de dança? Mudar a rotina é uma forma de aumentar a motivação. O que não devemos fazer é desviar o foco, afinal o inverno passa rápido e interromper os treinos pode refletir em quilos a mais e até prejudicar os resultados alcançados”, explica.
Prática esportiva no inverno promove maior gasto calórico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *