Primeiro contrato do Fundo Municipal Garantidor beneficiará salão de beleza

A abertura de um salão de beleza em sua residência trouxe à Tais Nardin a oportunidade de ter o próprio negócio. O espaço começou a funcionar em janeiro e agora ela vai investir R$ 11 mil em melhorias e compras de equipamentos graças a uma carta de garantia que recebeu da Noroeste Garantias. Com esse documento, ela conseguirá crédito junto ao Sicoob Metropolitano, que é uma das instituições financeiras conveniadas, com taxa de 1,19% ao mês. 
    Tais é a primeira maringaense a ser beneficiada com o Fundo Municipal Garantidor, que recebeu aporte de R$ 1 milhão da prefeitura de Maringá. A entrega da carta de garantia será nesta segunda-feira (dia 15), às 9h30, no salão de Tais, que fica no Jardim Dourados. O documento será entregue pelo prefeito Ulisses Maia, secretários municipais, e pelo presidente da Noroeste, Carlos Ferraz. 
    A microempreendedora individual concluiu o curso de cabeleireira três anos atrás. “Planejava ter meu próprio negócio, mas inicialmente era importante adquirir experiência e mais conhecimentos. Então, optei por trabalhar de forma terceirizada”, explica. Depois de juntar dinheiro, ela separou um cômodo da casa para abrir o salão. Lá o horário de atendimento não é comercial. “Faço agendamento flexível para atender mulheres ocupadas. Além disso, presto atendimento personalizado com análise de perfil para definir corte ou tintura que reflita a personalidade da cliente. Elas saem daqui renovadas”, co nta.
    Satisfeita com a agilidade do processo de conquista da carta garantidora, que levou apenas duas semanas, Tais já está com orçamentos em mãos para investir no salão. “Abrir meu próprio negócio foi uma decisão acertada, porque o movimento só aumenta e, agora, consigo ter tempo tanto para o trabalho quanto para a família, afinal tenho dois filhos”.

R$ 10 milhões
    Com o aporte da prefeitura de Maringá, a Noroeste, que é uma entidade sem fins lucrativos, poderá garantir mais de R$ 10 milhões em operações. Na prática, a Noroeste fornece uma carta de garantia para que os empreendedores possam ter acesso a crédito e, como em caso de inadimplência é a Noroeste que honra a dívida, os bancos correm menos riscos e oferecem taxas menores.
    Para beneficiar um maior número de empreendedores, as cartas de crédito, por meio desse fundo garantidor, terão valor máximo de R$ 35 mil. A taxa de juros é a partir de 0,99% ao mês e o prazo para pagamento é de até 36 meses.
    Desde o início das atividades, em 2011, a Noroeste Garantias aprovou quase 1,3 mil operações de crédito. Foram R$ 48 milhões emprestados por meio de operações e R$ 34,6 milhões em garantias. Em 2018, o índice de inadimplência foi de 0,96%. 
    A Noroeste conta com agentes de crédito nas associações comerciais de Maringá, Umuarama, Mamborê, Ivaiporã, Ubiratã, Paraíso do Norte, Ivaiporã, Paranavaí e Nova Esperança e nas prefeituras de Goioerê e Loanda. O processo funciona assim: o empreendedor apresenta um plano de negócios, que é analisado por uma comissão. Se o plano for aprovado, recebe uma carta de garantia e pode escolher uma instituição financeira cooperativa conveniada para obter o crédito.

Primeiro contrato do Fundo Municipal Garantidor beneficiará salão de beleza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *