Profissionais de educação física ressaltam importância do movimento

Não dá falar de saúde, sem falar de exercício físico. Junto com a alimentação e outros hábitos saudáveis, manter-se em movimento é uma das principais recomendações dos profissionais da área para ter qualidade de vida.
Segundo os profissionais de educação física do Espaço Viver Bem, da Unimed Maringá, Adriana Bento e Rafael Fernandes, o exercício é uma sequência sistematizada de movimentos, com objetivos executados de maneira planejada. “A prática melhora o tônus muscular, equilíbrio, flexibilidade e força, além de reduzir o risco de doenças cardíacas, infartos e Acidente Vascular Cerebral (AVC), fortalece o sistema imunológico, ajuda na redução da gordura corporal, manutenção ou aumento da massa muscular”, afirma Adriana.
Para Fernandes, o Dia Mundial da Atividade Física, celebrado em 6 de abril, é mais uma oportunidade para falar do assunto e destacar sua importância na rotina das pessoas. Porém, o educador lembra que o primeiro passo é procurar um médico e fazer avaliação. “Com a avaliação médica em mãos, o profissional de educação física será capaz de prescrever exercícios estabelecendo objetivos, carga de esforço, volume e intensidade do treino, assim como a frequência semanal e os cuidados para evitar lesões”, diz.
Os profissionais explicam que, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), existem diretrizes para orientar programas de promoção à atividade física para cada faixa etária. “A individualidade biológica deve ser respeitada. Por exemplo, indivíduos com pouca amplitude de movimento e nenhuma vivência com exercícios devem começar com exercícios de fortalecimento muscular e alongamento, com intensidade e volume baixos para evitar lesões”, explica Adriana.

Profissionais de educação física ressaltam importância do movimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *